Prosperidade





          Esta cena do filme "Deus não está morto" causa um grande impacto a quem assiste porque trata sobre um assunto bem controverso em nosso meio cristão: prosperidade.

          Nem sempre o que temos é o que conquistamos provém de Deus e tem a sua bênção. Em muitos casos são conquistas vazias facilitadas pelo inimigo de nossas almas...Mas como saber a diferença?

          Aprendi que Deus é amor e por isso Ele deu o seu Filho, quem ama doa! Quem ama se sacrifica pelo bem-estar do próximo, mesma que isso lhe custe a própria vida, porque quem ama quer que o outro experimente o verdadeiro amor que vem de Deus.

          Façamos uma reflexão diária: como tenho administrado aquilo que Deus me deu? Como tenho utilizado os recursos a mim oferecidos? É só para minha satisfação ou tenho contribuído para que o evangelho seja pregado até os confins da terra?

          Há um homem na Bíblia que foi contaminado por causa do pecado da  concupiscência dos  olhos. O sobrinho de Abraão, Lo, escolheu morar em Sodoma porque viu muita prosperidade naquela região, enquanto Abraão esperou que Deus lhe dirigisse.
Gênesis 13 -  10. " Então Ló levantou os olhos, e viu toda a planície do Jordão, que era toda bem regada (antes de haver o Senhor destruído Sodoma e Gomorra), e era como o jardim do Senhor, como a terra do Egito, até chegar a Zoar. E Ló escolheu para si toda a planície do Jordão, e partiu para o oriente; assim se apartaram um do outro. "

          O final da história conhecemos bem! Abraão prosperou onde o Senhor o colocou e ainda salvou seu sobrinho que perdeu tudo o que tinha, incluindo sua mulher que olhou para trás.

          Somos mordomos dos bens do Senhor, Ele nos confiou casa, recursos e pessoas. Que possamos  receber do Senhor a seguinte afirmação: " Servo bom e fiel, foste fiel no pouco, sobre o muito te colocarei, entra no gozo do teu Senhor."

   

Pense nisso!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Produza pérola

Se não quiser adoecer... Dr. Drauzio Varella

Voe mais alto