Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2017

O jarro da vida

Imagem
Na sala de aula o professor de Filosofia estava de pé com alguns objetos em cima da secretária. Quando a aula começou ele, calado, pegou num frasco grande, de vidro, vazio e começou a enchê-lo de bolas de golfe. Quando não cabiam mais, ele perguntou aos alunos se achavam que o frasco estava cheio. Todos responderam que sim.

O professor, então, pegou num saco de feijões secos e, ao chocalhar o frasco, estes iam entrando para os buracos vazios entre as bolas de golfe. Quando não cabiam mais, ele perguntou aos alunos se achavam que o frasco estava cheio. Todos responderam que sim.

Neste ponto o professor despejou um saco de areia para dentro do frasco. Como é óbvio, a areia ocupou todo o espaço restante do frasco. Quando não cabia mais, ele perguntou aos alunos se achavam que o frasco estava cheio. Todos responderam que sim.

Foi, então, que o professor pegou em dois copos de café e os entornou lá para dentro. Agora, sim, não havia mais espaço!
Os alunos desataram a rir!

- Agora - di…

Descobrindo o poder do silêncio

Imagem
"Um fazendeiro descobriu que tinha perdido o relógio no celeiro, muito valioso e de grande valor sentimental.
Após extensa procura em vão, ele recorreu à ajuda de um grupo de crianças e prometeu uma valiosa recompensa para quem encontrasse o seu relógio.
Quando o fazendeiro estava prestes a desistir, um menino lhe pediu uma chance para tentar, já que todos os outros
não conseguiram. Por que não? Seria uma tentativa a mais.
Então, o fazendeiro autorizou o menino a entrar no celeiro .
Depois de um tempo, o menino saiu com o relógio em sua mão!!!
Todos ficaram espantados. Então o fazendeiro perguntou: "Como conseguiu encontrar?"
O menino respondeu: "Eu não fiz nada a não ser ficar sentado no chão.
No silêncio, eu escutei o tique-taque do relógio e apenas olhei para a direção certa."
Essa pequena história ilustra muito bem a necessidade que temos de parar tudo, silenciar-nos e permitir que o Espírito Santo ministre em nossa vida.  Ao ler esta história e ouvir um sermão de u…

A ponte do perdão

Imagem
Dois irmãos que moravam em fazendas vizinhas, separadas apenas por um riacho, entraram em conflito. Foi a primeira grande desavença em toda uma vida de trabalho lado a lado.

Mas agora tudo havia mudado. O que começou com um pequeno mal entendido,
finalmente explodiu numa troca de palavras ríspidas, seguidas por semanas de total silêncio.

Numa manhã, o irmão mais velho ouviu baterem na sua porta.

"Estou procurando trabalho. Sou carpinteiro. Talvez você tenha algum serviço para mim."

"Sim, disse o fazendeiro. Claro! Vê aquela fazenda ali, além do riacho? É do meu vizinho. Na realidade do meu irmão mais novo. Nós brigamos e não posso mais suportá-lo. Vê aquela pilha de madeira ali no celeiro? Pois use para construir uma cerca bem alta."

"Acho que entendo a situação, disse o carpinteiro. Mostre-me onde estão a pá e os pregos."

O irmão mais velho entregou o material e foi para a cidade.

O homem ficou ali cortando, medindo, trabalhando o dia inteiro.

Quando o fazendeiro…

Prossiga

Imagem
Por mais que lhe falem da tristeza . . . 

. . . PROSSIGA SORRINDO !


Por mais que lhe demonstrem rancor . . .

. . . PROSSIGA PERDOANDO !


Por mais que lhe tragam decepções . . .

. . . PROSSIGA CONFIANDO !


Por mais que lhe ameacem com o fracasso . . .

. . . PROSSIGA APOSTANDO NA VITÓRIA !


Por mais que lhe apontem erros . . .

. . . PROSSIGA COM OS SEUS ACERTOS !


Por mais que discursem sobre a ingratidão . . .

. . . PROSSIGA AJUDANDO !


 Por mais que noticiem a miséria . . .

. . . PROSSIGA CRENDO NA COMPAIXÃO !


Por mais que lhe mostrem destruições . . .

. . . PROSSIGA PERSEVERANTE NA CONSTRUÇÃO !


Por mais que surjam doenças . . .

. . . PROSSIGA CELEBRANDO SAÚDE !


Por mais que exibam ignorância . . .

. . . PROSSIGA EXERCITANDO SUA MISERICÓRDIA  !


Por mais que o assustem com a velhice . . .

. . . PROSSIGA SENTINDO-SE JOVEM !


Por mais que plantem o mal . . .

. . . PROSSIGA SEMEANDO O BEM !


 Por mais que contem mentiras . . .

. . . PROSSIGA COM A VERDADE !


Por mais difícil que lhe pareça  fazer …