Você está preparado para assumir um grande desafio?

     
Se  a reposta for sim e se você se acha plenamente preparado e  capacitado, convido você  a meditar neste texto...



       
 "Pois dele,  ele e para ele são todas as coisas. 
A ele seja a glória para sempre! Amém."    Romanos 11.36

      Quando achamos  que estamos prontos para uma determinada função ou um desafio, quando sentimos  que nossa hora chegou e que não há mais  ninguém  capacitado, tenho uma: ainda não é o momento e ainda  não estamos na  posição que Deus deseja! Precisamos folhear nossa Bíblia e  ler este texto acima  algumas vezes.  Porque na verdade, tudo vem de Deus, tudo começa a  partir da vontade dEle, tudo acontece por intermédio dEle e o fim de tudo é para que Ele seja glorificado. Então, se nós nos achamos bons demais e o que esperávamos não aconteceu, ou seja, não houve promoção, ou nenhum reconhecimento para assumir alguma função, somente frustração, é porque ainda não estamos prontos! Isso mesmo! Você ainda não está  pronto para assumir o que Deus tem para você! 
    Algumas pessoas preferem abrir a porta à força, fazer valer o chamado sem ao menos perguntar a Deus se realmente chegou a hora ou se estão prontos para tal desafio. O que tenho visto são pessoas   que brigam para ter a sua vez e quando estão em alguma situação de evidência perdem a  oportunidade de glorificar a Deus e de pedir a direção para suas atitudes, o que acontece depois é que são desprezadas e desistem de serem instrumentos de Deus na vida de outras pessoas.
     Durante minha caminhada cristã, aprendi que a autoridade é dada por Deus e que não existe a  pessoa perfeita e pronta, o que existe são pessoas chamadas e dependentes de Deus. Não é o conhecimento, a retórica, o carisma, é a total e completa dependência do Deus que fez o  chamado! E no momento em que nós nos achamos pequenos demais, quando entendemos que não há sabedoria em nós mesmos e chamamos ao Senhor para estar ao nosso lado dirigindo os passos, aí é que estamos prontos! 
     Podemos verificar isso na trajetória de Moisés. Leia o seguinte texto:
"Naquele tempo nasceu Moisés, que era um menino extraordinário. Por três meses ele foi criado na casa de seu pai. Quando foi abandonado, a filha do faraó o tomou e o criou  como seu próprio filho. Moisés foi educado em toda a sabedoria dos egípcios e veio a ser poderoso em palavras e obras. Ao completar quarenta anos, Moisés decidiu visitar seus irmãos israelitas. Ao  ver um deles sendo maltratado por um egípcio, saiu em defesa do oprimido e o vingou, matando o egípcio. Ele pensava que seus irmãos compreenderiam que Deus o estava  usando para salvá-los, mas eles não o compreenderam. No dia seguinte, Moisés dirigiu-se a dois israelitas que estavam brigando, e tentou reconciliá-los, dizendo:  
     - Homens, vocês são irmãos; por que ferem um ao outro?  
     Mas o homem que maltratava o outro empurrou Moisés e disse: 
     - Quem o nomeou líder e juiz sobre nós? Quer matar-me como matou o egípcio ontem? 
      Ouvindo isso, Moisés fugiu para Midiã, onde ficou morando como estrangeiro e teve dois filhos. 
    Passados quarenta anos, apareceu a Moisés um anjo nas labaredas de uma 
sarça em chamas no deserto, perto do monte Sinai. Vendo aquilo, ficou atônito. E, aproximando-se para observar, ouviu a voz do Senhor:
      - Eu sou o Deus dos seus antepassados, o Deus de Abraão, o Deus de Isaque e o Deus de Jacó.   Moisés, tremendo de medo, não ousava olhar.
Então o Senhor lhe disse: 
      - Tire as sandálias dos pés, porque o lugar em que você está é terra santa.
De fato tenho visto a opressão sobre o meu povo no Egito. Ouvi seus gemidos e desci para livrá-lo. Venha agora, e eu o enviarei de volta ao Egito.
       Este é o mesmo Moisés que tinham rejeitado com estas palavras: ‘Quem o nomeou líder e juiz? ’ Ele foi enviado pelo próprio Deus para ser líder e libertador deles, por meio do anjo que lhe tinha  aparecido na sarça. Ele os tirou de lá, fazendo maravilhas e sinais no Egito, no mar Vermelho e no deserto durante quarenta anos. " 
                                                                                     Atos 7.20-36
    Vemos aqui algumas verdades surpreendentes :
   Moisés, era o que chamamos hoje de "o cara", no verso 22 diz que ele era poderoso em palavras  e obras. Como foi criado no palácio de Faraó, ele estudou para se tornar um grande líder.
     Certo dia foi visitar seus irmãos. Moisés sabia do seu chamado, mas não sabia como executar. Ele foi criado no palácio, mas sabia das promessas de Deus para seu povo.
     Como havia a promessa de libertação por meio de um escolhido e Moisés se sentia "o cara", não  teve dúvidas, matou o soldado e ainda achou que o povo se agradaria do seu feito, mas o que ele  recebeu foi um duro golpe do povo que deveria liderar. Um dos homens que ele havia repreendido para não brigar, o acusa de assassinato! Ao ser descoberto, Moisés não fala nada e foge.
     Se em algum momento você desistiu do seu chamado, tente se identificar ao olhar essas verdades. 
     Todo ser humano nasce com propósito de glorificar a Deus, e o próprio Deus se revela ao homem para fazer dele um instrumento . Mas o que deveria seguir de forma natural para a concretização  desse chamado, não acontece, ao contrário, nem todos reconhecem ou compreendem o ministério e consequentemente a atitude do ser humano é o silêncio e a fuga. Há muitas pessoas amargas e mudas no ministério. Há pessoas que não tiveram um encontro na sarça como aconteceu com Moisés e que mudou a história dele.
     Deus está no controle e sempre proporciona aos seus filhos uma experiência para que sejam  libertos do próprio Eu. Moisés foi para o deserto e lá foi tratado por Deus para fazer exatamente o que ele pensava que deveria fazer, cumprir o chamado, porém  através de Deus e na completa dependência dEle (Jer 29.11).
     Passados alguns anos e depois de algumas experiências que a Bíblia não conta, Moisés se vê diante de um milagre: uma sarça que pegava fogo. Esse milagre transformou sua vida, renovou suas forças. Moisés entrega-se a Deus. 
     Quando pensamos em nossa vida hoje em dia, pode ser que não vejamos sarças pegando fogo para chamar a nossa atenção, mas há milagres ! Os milagres apontam para Deus, milagres me fazem descobrir o que Deus quer me dizer, qual atitude  preciso mudar.
     Na vida de Moisés, a experiência da sarça apontava para a natureza falha dele e foi um verdadeiro tratamento de choque. Encontro do "eu era" (Moisés se achava o "cara"  antes de fugir ) com o EU SOU (Êxodo 3.14). 
     Deus tratou o coração de Moisés e as emoções. Um homem como ele, poderoso em palavras e obras, não poderia jamais dizer que não sabia falar (Êxodo 4.10). Penso aqui que ele ficou travado, emudeceu com aquela palavra de acusação que recebeu. Desistiu do chamado e resolveu viver a vida. Quando se encontrou com  o dono do chamado, esvaziou-se daquilo que era. Precisou perdoar para libertar um povo que o havia feito prisioneiro no deserto! 
     Moisés foi liberto dele mesmo, dos títulos, da eloquência e da capacidade de liderar, para que pudesse cumprir o chamado com apenas um requisito: dependência de Deus! 
     Só estaremos verdadeiramente prontos quando nos sentirmos incapazes diante de Deus e dos homens e dependermos exclusivamente da capacidade e das estratégias  dadas por Deus.
     E agora, você está preparado ?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Produza pérola

Se não quiser adoecer... Dr. Drauzio Varella

Voe mais alto